08 setembro, 2006

Espírito Santo, Ternura Maternal de Deus

Espírito Santo, és a Ternura Naternal no seio da Família Divina...
Mas no acontecimento da Ressurreição de Jesus Cristo tornaste-Te a Ternura Maternal de Deus "derramada nos nossos Corações" (Rom 5, 5)!

Hoje louvo-Te por estares ao meu alcance.
Habitas as coordenadas da Interioridade, lá onde a permanente emergêcia familiar do Amor Divino é o centro máximo de todo o Universo, o Coração palpitante de tudo quanto existe.

Encontrar-se contigo é "caminhar para dentro", na direcção do centro do meu próprio Coração.
Sim, a interioridade humana "dá para a Divindade" como uma rua que se abre numa praça!

És a interioridade máxima da minha interioridade, o Coração do meu Coração!
O limite máximo da minha própria interioridade humana não marca um fim, mas um encontro contigo.
E é nesse encontro que tudo se transforma e diviniza...

Que bom é saborear assim a Tua presença permanente...
Ajuda-me a contar sempre contigo para a decisão dos meus dias, para que o meu Coração se torne cada vez mais generoso e a minha Mente cada vez mais Sábia, ao jeito de Jesus.

Amen

Tenho a certeza que este dia vai ser Bom!
Rui Santiago

1 comentário:

Rui Pedro disse...

Espirito Santo:
tal como a minha vida, de modo especial ofereci-te este ano, porque e um ano especial.
Ajuda-me a crescer, como uma pessoa feliz e realizada, como um cristao agradecido e experimentado, como um missionario apaixonado.
Entro na historia de fidelidade que Tu animaste, desde os profetas ate aos Apostolos de Jesus, o teu Ungido.
Obrigado porque, graças a ti, viverei eternamente no seio do Amor divino, entre o Pai e o Filho.
Bendito sejas!