24 dezembro, 2006

Jesus, não preciso que voltes a ser menino!

Jesus, neste Natal não preciso que voltes a ser menino.
Foste-o uma vez, como todos os meninos,
e não voltas a sê-lo mais!

Neste Natal quero encher a Vida de gratidão
pela tua Fidelidade Incondicional ao Projecto de Deus.

Deus é uma Família de três Pessoas
plenas e perfeitas na reciprocidade amorosa:
Pai, Filho e Espírito Santo.

Por ser Amor verdadeiro, não Se fecha em Si próprio,
mas abre-se como Impulso de Vida Relacional
e torna-se Fonte Inesgotável de Possíveis…

O Amor gera sempre à sua imagem e semelhança.
Por isso o Ser Humano está talhado para o Amor e se realiza em relações!

O Amor gera, acompanha, dá e dá-se…
No entanto, o alcance máximo do Amor é a Assunção!

A Família Divina sonhou um Projecto de Amor Salvador
cujo alcance definitivo seria a Assunção
da Família Humana na Sua própria Família!

Em ti, Jesus de Nazaré,
acontece o que faltava para que o Projecto de Deus chegasse à plenitude:
a união do Divino com o Humano como interacção de Vida comum!
Porque a Salvação é um Dom,
isto não podia acontecer sem que da parte humana
houvesse uma fidelidade incondicional e livre à iniciativa de Deus.
Por isso foi tão importante a pré-história de Revelação e Esperança que te precedeu,
porque preparou progressivamente um Resto Fiel
no seio do qual tu pudesses emergir na história humana…

O Espírito Santo animava uma união perfeita
entre a tua interioridade pessoal humana
e a interioridade pessoal divina da segunda Pessoa da Santíssima Trindade.
Por isso também falavas de Deus chamando-lhe “Pai”!

Quando percebemos o Mistério Familiar de Deus
como comunhão de pessoas na unidade do Espírito Santo,
sem fusão nem confusão,
percebemos claramente o Mistério da Encarnação
que acontece no teu íntimo com a mesma densidade:
comunhão de pessoas na unidade do Espírito Santo!

A Boa Nova da Encarnação
é que esta densidade relacional animada pelo Espírito
já não é apenas Divina, como a relação Pai-Filho no seio da Trindade,
mas é Humano-Divina!

A Encarnação não é a biologização de uma Pessoa Divina,
mas a Humanização de uma Relação Divina.

Até ao teu nascimento,
só a segunda Pessoa da Santíssima Trindade chamava Pai à primeira.
Pelo Mistério da Encarnação,
durante cerca de trinta e três anos, houve um homem
que também chamava a Deus seu “Pai”
na densidade relacional do Espírito Santo: tu!

Na tua morte-ressurreição,
ao entrares em comunhão com toda a Humanidade de todos os tempos
pela ultrapassagem das limitações espacio-temporais da história,
difundiste o Espírito Santo como Dom Universal
porque o introduziste no tecido relacional da Humanidade
como presença divinizante.

Deste modo,
a relação filial com Deus-Pai
que em toda a eternidade era uma relação intra-divina,
e que tinha sido durante cerca de trinta e três anos
uma relação humano-divina de um só homem,
tornou-se um dom para todos!

“Deus enviou-nos o Espírito do Seu Filho
que em nós clama: Abba! Papá!
Já somos filhos de Deus!” (Gal 4, 4-7)

Neste Natal quero encher-me de Gratidão
porque em ti foi inaugurada a “Plenitude dos Tempos”,
a fase da Assunção da Humanidade no Amor Familiar de Deus.

Um dia foste menino, como todos os meninos,
mas “cresceste em sabedoria, em estatura e em graça”,
e hoje és o Senhor Ressuscitado
que inaugurou a fase definitiva da História,
o Mediador entre Deus e os Homens,
o Dador do Espírito que de duas Famílias fez uma só!

Não, não preciso que voltes a ser menino…




FELIZ NATAL!

Tenho a certeza que este dia vai ser BOM!
Rui Santiago

2 comentários:

Rui Pedro disse...

Obrigado, Jesus de Nazaré,
por teres acontecido:
na historia da Humanidade
e na minha historia.
Obrigado por tudo o que representas:
todo o Amor que em Ti,
o Pai mostrou pela Humanidade.
O teu nascimento merece ser celebrado: é o inicio da Plenitude dos Tempos, o Homem ja é um Projecto de Sucesso!
Obrigado, Jesus de Nazaré,
por teres surgido na minha vida:
também graças a Ti
pude dar um salto enorme
no sentido da felicidade.
Obrigado, Jesus Ressuscitado,
por teres acontecido.

Rui Santiago cssr disse...

Obrigado Rui Pedro pela partilha da riqueza do teu Coração!

Tenho a certeza de que o Esp~irito Santo está a fecundar a tua Vida de uma maneira muito bonita, e Jesus sonha grandes coisas contigo...

Louvo o Bom Deus por te ter conhecido!
SHALOM